Disto o que? Distopias.

distopias

Olá povo!

O assunto hoje é DISTOPIAS 

Muitos dos leitores assíduos (ou nem tão assíduos assim, mas que gostam de ler), já sabem o que significa DISTOPIA, mas para quem não sabe (e gostaria de saber), distopia é:

“Em Filosofia, através da mesma raiz etimológica surge o termo distopia (ou antiutopia) como o oposto de utopia. A distopia é um pensamento filosófico que caracteriza uma sociedade imaginária controlada pelo Estado ou por outros meios extremos de opressão, criando condições de vida insuportáveis aos indivíduos. Normalmente tem como base a realidade da sociedade atual idealizada em condições extremas no futuro.

Alguns traços característicos da sociedade distópica são: poder político totalitário, mantido por uma minoria; privação extrema e desespero de um povo que tende a se tornar corruptível.”

Fonte: significados.com.br

“Ok, acho que entendi.” -.-

Tá bem, vou tentar explicar como é esse gênero literário que está fazendo tanto sucesso (e que eu particularmente gosto).

DISTOPIAS:

Nas distopias adolescentes a sociedade costuma ser dominada por algum teste ou competição bizarro em que o futuro ou vida deles dependem das escolhas feitas.

O governo vigente na sociedade das distopias é um governo (central) autoritário que domina com mão de ferro a sociedade e que provavelmente escondem segredos terríveis para poder manter o poder em suas mãos, sem serem questionados.

O todo poderoso protagonista não é qualquer simples ser humano, é O ESCOLHIDO, aquele que está predestinado a ser o (jovem, e bem jovem muitas vezes) revolucionário que vai mudar toda a sociedade autoritária conhecida (na história).

Outro tema muito evidente nas distopias é a busca do protagonista pelo próprio caminho quando a sociedade já tem um caminho “certo”, onde o escolhido não se encaixa nos grupos (facções/distritos,etc) já pré-determinados pelo governo.

Nessas ficções adolescentes, não é raro os protagonistas estarem sendo observados à distância, não é à toa que o reality show mais conhecido do Brasil (talvez do mundo), o Big Brother pegou seu nome de um dos maiores livros desse tema da história, “1984”, de George Orwell.

Além disso, os livros distópicos raramente terminam com um só livro, sendo assim conhecemos as aclamadas trilogias.

Com o sucesso que o gênero vem tendo nos últimos tempos, cada livro lançado podemos esperar uma adaptação cinematográfica (ou duas, no caso do ultimo livro, já que essa é a nova modinha), mas é claro que nem todas as adaptações são sinônimo de sucesso de bilheteria, mas é claro, isso é assunto para outro dia.

Um Beijo e “Até Segunda”

Anúncios

Um comentário sobre “Disto o que? Distopias.

  1. Pingback: Divergente (Veronica Roth) | Até Segunda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s