Insurgente (Veronica Roth)

Olá pessoas, tudo bem com vocês?

Aproveitando que daqui a alguns dias, estará estreando em todos os cinemas do mundo, mais precisamente o dia 19 de março de 2015 (tá, eu sei, nesse dia estará estreando no Brasil, mas para mim é o que importa), o filme INSURGENTE (continuação da saga Divergente), por isso, eu vim aqui falar um pouquinho do livro que deu origem ao filme.

O livro serviu de base para os roteirista fazerem o tão esperado filme (acho que muita coisa foi modificada e adaptada para a sua versão cinematográfica, então, sugiro que você leia o livro antes de ver o filme). Vamos nessa então…

— Insurgente — diz ele.
—Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, que não é necessariamente considerada agressiva.

1533533_664099567046394_1993405057_n

Título: Insurgente. 

Autor: Veronica Roth.

Editora: Rocco.

Gênero: Distopia.

Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama – e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.

Resumo: Na continuação do livro Divergente, muita coisa será revelada, então prepare-se para o seu mundo “desmoronar”.

Nesse segundo livro, a “treta” que aconteceu no primeiro livro da série, deixou a sociedade dividida. Alguns resolvem não se envolverem, outros decidem juntar-se a Erudição, enquanto a outra parte tenta se manter com vida, já que não aceitam o que está acontecendo.

Bom, a personagem principal (Tris) volta nesse livro, traumatizada (ela não consegue segurar uma arma na mão), tornando a personagem mais “humana”, já que seus atos acabaram afetando o seu “psicológico”. Ela se encontra órfã (só resta o irmão) e se sente culpada pela morte do amigo.

Além disso, novos personagens “surgem” na história com mais força e representatividade, desfocando tanto a história de Tris e Quatro, o que é bom na minha opinião (existem outros seres humanos além deles tentando salvar o “mundo” e sobreviver).

Aqui nós podemos conhecer um pouco mais da organização politica das facções pouco citadas no livro anterior

Nesses novos capítulos da Trilogia, vamos encontrar amizades sendo desfeitas e refeitas, traição daquele que não se esperava e ajuda de quem não imaginava. Mais “meloso” do que o primeiro, nesse livro, Quatro se revela um apaixonado, enquanto Tris quer ser a heroína, independente de ter q se sacrificar em prol disso (onde nós, muitas vezes, a chamamos de burra por suas atitudes).

Não posso falar muita coisa se não vai conter muito spoiler, então o negócio é ler mesmo. Bora lá, pegar o seu livro, sentar e curtir a continuação da aventura de Tris, em busca da verdade.

Espero que leiam, vale a pena. Agora rumo a Convergente galera.

insurgente

Um Beijo e “Até Segunda”

Anúncios

2 comentários sobre “Insurgente (Veronica Roth)

    • Uma curiosidade é que até o dia que eu resolvi que iria ver um filme qualquer e acabei “esbarrando” com divergente, eu nem sabia da existência do mesmo, muito menos que tinha livros sobre a história. Como eu gostei muito do filme, resolvi comprar os livros. Vale muito a pena. Se você resolver ler, não vai se arrepender.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s